Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Minimalismo Num Pedestal

Não é preciso ter muito, desde que se tenha as coisas certas.

Minimalismo Num Pedestal

Não é preciso ter muito, desde que se tenha as coisas certas.

13
Abr18

Desvendando Segredos

Goulart Pinheiro

Há uns tempos vi um vídeo da TED Talks que falava sobre a criação de novos hábitos e de como eliminar maus hábitos.

Claramente fiquei interessada porque há certos hábitos que quero/queria incorporar na minha vida, mas que se estavam a tornar dificeís de concretizar. 

O vídeo mencionava várias questões interessantes. Uma delas é que demoramos entre 2 semanas a 2 meses a conseguir incorporar um novo hábito nas nossas vidas. Outro é que é mais fácil adquirir um novo hábito do que eliminar um hábito antigo.

 

Assim sendo, venho aqui revelar que um dos hábitos mais horríveis que eu tenho é fumar!! Sim, eu posso falar-vos do tabaco sem químicos, das mortalhas e dos filtros biodegradáveis em que mais parece que estamos a fumar um tronco de madeira do que um cigarro, mas isso não importa, porque por mais verde que uma pessoa torne o hábito, ele não deixa de ser um mau hábito a eliminar!

 

Depois de ver esse vídeo comecei a ponderar quais seriam as minhas alternativas para deixar de fumar. Tenho visto vários vídeos e lido blogs, artigos de jornais e revistas, não só para angariar motivação, como para tentar encontrar uma solução que me sirva. Entre todas as opções já tentei deixar de fumar de um dia para o outro, o que não resultou. Já tentei reduzir a quantidade que fumo, até vir um pico de stress e nós sentirmo que já provámos que somos capazes e que depois deste pico de stress conseguimos realmente parar (o que é mentira). Já tentei aplicações para o telemóvel, já tentei marcar horas específicas para fumar, já tentei fumar um cigarro e esperar (x) tempo para fumar o seguinte, efnim, tudo isto falhou.

 

Após alguma pesquisa, acabei por considerar que demora mesmo muito tempo a conseguir fazê-lo correctamente e de maneira a não cair em tentação. Assim deixo aqui os passos que estou pronta a iniciar para deixar de fumar:

  1. Porque é que quero deixar de fumar? As razões para fazer algo, o objectivo que queremos atingir é normalmente o melhor passo para começar. Queremos fazê-lo porque queremos ser mais saudáveis, porque queremos ter mais dinheiro, porque não queremos ter cancro? Ou todas elas juntas? 
  2. O que é que me impede de o fazer? É porque estou viciada na nicotina? Porque gosto realmente de fumar? Ou porque estou aborrecida e não tenho nada para fazer? De facto, uma das coisas que descobri é que fumo mais quando estou à espera de algo, ou de alguém; quando não tenho nada para fazer; quando me apetece fazer uma pausa mas que não sei o que fazer com esse tempo.
  3. Como posso alterar esse hábito por outro? Construir novos hábitos e ocupar o tempo, permite que não tenhamos tempo para pensar em fumar ou sequer ter tempo para o fazer. Outra das coisas que consegui reparar é que quando estou motivada naquilo que estou a fazer, não penso sequer em parar para fumar um cigarro. Da mesma maneira, quando estou ocupada a fazer algo, a minha mente não deriva em pensamentos que culminam na vontade de fumar.

Por isso mesmo, listo agora algumas das coisas que encontrei para substituir as pausas do cigarro, ou para evitar aquelas horas em que fumo mais.

  • Após o pequeno-almoço tinha sempre vontade de fumar, troquei isso, por começar a tomar banho de manhã. Assim que acabo de comer, vou tomar banho e lavar os dentes. Normalmente quando tenho os dentes lavados não me apetece sujá-los e é mais fácil resistir ao tabaco.
  • Durante as pausas bebo um café ou um chá, jogo no telemóvel ou vejo vídeos no Youtube. Assim, e porque não posso fumar no meu local de trabalho, torna-se mais fácil resistir ao cigarro.
  • Após as refeições é o que tem sido mais dificíl. Uma das questões é que costumava fumar vários cigarros a seguir ao almoço, enquanto estava na conversa. A solução que encontrei foi deixar o meu maço de tabaco no local de trabalho e levar comigo apenas um cigarro. Assim, mesmo que tenha vontade, não tenho opção porque não tenho mais tabaco comigo.
  • Decidi começar a fazer desporto. A verdade é que a substituição dos químicos no tabaco pelas hormonas que são libertadas durante a prática de desporto ajuda a sentir-mo-nos mais saudáveis e alertas, bem como mais concentrados, soa paradoxal, eu sei. Assim, é mais fácil resistir ao tabaco porque sabemos que não faz bem e porque não temos a necessidade de nos sentirmos bem, quando obtemos essa sensação através da prática desportiva.

Por outro lado, um grande incentivo é fazerem as contas ao dinheiro que gastam em tabaco. Eu, por exemplo, sou capaz de fumar entre 3 a 4 maços de tabaco por semana, o que dá 16,8€ por semana em tabaco. O que num mês se traduz em 67,2€ e num ano, significa um gasto de 806,4€. O que dá uma bela viagem nas férias!

25
Mar16

Minimalisticamente Saudável

Goulart Pinheiro

Bem, decidi escrever sobre este tema, uma vez que estou viciada em vídeos de alimentação no YouTube, mais exactamente "What I Eat In a Day" (O Que Eu Como Durante Um Dia).

No entanto, o propósito, é eu dar algumas dicas sobre como ser mais saudável. Não sou nutricionista, no entanto, são algumas coisas que tenho vindo a fazer e a incluir na rotina e que descobri que fazem alguma diferença.

 

  1.  Beber 20L de água por dia. Estou a brincar, não são precisos tantos, mas beber bastante água durante o dia.Eu tenho uma aplicação no telemóvel (e há várias) que com base no peso, e na quantidade de exercício físico praticado diariamente, ela estima a quantidade de água que devemos beber durante o dia, e vai dando alertas para o fazermos. A verdade é que apenas faço isto há duas semanas, mas já sinto uma diferença gigante, em especial na pele.

  2. Nunca saltar o pequeno-almoço. Para ser sincera, não sei como é que há pessoas que fazem isto. Eu acordo sempre com uma fome, que daria para comer um boi. Pelo menos um cozido à portuguesa. Enfim, é importante, não só porque estivemos muitas horas em jejum, como é importante para iniciar o metabolismo e ganhar energias.
  3. Fazer refeições saudáveis. Por vezes é dificil, porque somos pessoas muito "ocupadas", mas a alimentação é talvez o mais importante para combater problemas de saúde. Assim, é preciso ingerir alimentos variados e saudáveis (sopas do McDonalds não contam como saudável). Embora dê mais trabalho, é mais saudável e sabe sempre melhor quando somos nós a comprar os ingredientes frescos e a cozinhá-los.
  4. Manter-se activo. No meu caso, eu tenho ido correr todos os dias de manhã. Claro que isto pode não ser o ideal para toda a gente. Mas ir a pé para o trabalho, transportes públicos ou de bicicleta, é uma boa forma de nos exercitarmos um pouco mais. Não só a saúde agradece, como o Ambiente!
  5. Plug off. A Internet, os Smartphones e afins são sem dúvida um grande avanço tecnológico, mas tudo tem que ter o seu peso e medida. Alguma vez viram o filme "Click" com o Adam Sandler? Pois bem, somos nós. Passamos o dia no telefone para "queimar tempo" para "custar menos a passar" e acabamos a desperdiçar todo o nosso tempo com a cabeça metida dentro desses pequenos aparelhos. Se estão aborrecidos, leiam um livro, peguem no cão e vão dar uma volta, durmam a sesta, telefonem para a prima e digam "vamos sair".

 

15
Nov15

O que eu comi durante o dia #7

Goulart Pinheiro

Aqui fica o último menu (por agora).

 

Pequeno-Almoço Crepes Doces com Açucar e Canela + Leite com Chocolate
Snack da Manhã Banana
Almoço Strogonoff de Frango com Arroz + Kiwi
Lanche 1 Pipocas + Pleno
Lanche 2 Sopa + Uvas
Jantar Tostas com Paté

 

Aqui ficou o menu da semana inteira. A partir de amanhã, novos posts sobre tudo e sobre nada.

15
Nov15

O que comi durante o dia #6

Goulart Pinheiro

E estamos quase a chegar ao fim, mas falta apenas o menu de fim-de-semana, que normalmente é sempre mais desconhecido e variado para mim porque não sou eu que decido as refeições. Aqui fica o que comi ontem:

 

Pequeno-Almoço Pão com Becel e Fiambre + Leite com Cola Cao
Snack da Manhã Café
Almoço Sardinhas em Tomate + Batata Cozida + Ovo + Uvas
Lanche 1 Sandes com Becel + Sumo Laranja
Lanche2 Twix
Jantar Tostas com Paté + Pleno Chá Verde e Limão

 

Tentarei hoje mais logo publicar o do dia de hoje e amanhã voltar à normalidade dos posts.

14
Nov15

O que eu comi durante o dia #5

Goulart Pinheiro

Bem, ontem foi mais um "daqueles" dias. Acho fantástico que seja sempre no final da semana, quando uma pessoa quer é descansar. No entanto, aqui fica o Menu:

 

Pequeno-Almoço Pão com Becel e Fiambre + Leite com Cola Cao
Snack da Manhã Bolachas Chips Ahoy + Uvas
Almoço Hamburgueria do Tecnyco
Lanche 1 Sumo de Laranja + Café
Lanche 2 Frutos Secos + Gelatina
Jantar Bifinhos de Peru com Batatas Fritas e Arroz

 

Como se pode comprovar, o dia de ontem foi para esquecer. Tive dois aniversários, um ao almoço e outro ao jantar. Tenho a certeza que um quilo extra por cada.

13
Nov15

O que eu comi durante o dia #4

Goulart Pinheiro

Bem, como ontem foi um dia particularmente ocupado, não tive oportunidade de vir ao blog colocar a minha ementa, no entanto, venho cá hoje deixar o que comi durante o dia de ontem.

 

Pequeno-Almoço Pão com Becel e Fiambre + Leite com Chocolate
Snack da Manhã Bolachas + Banana
Almoço Risotto de Atum com Cogumelos + Pêra
Lanche 1 Gelatina + Cereais
Lanche 2 Torrada + Abatanado
Jantar Bacalhau à Brás + Salada + Bolo de Chocolate + Cheesecake + Castanhas + Tostas com Paté de Atum + ...

 

Como podem reparar, fartei-me de enfardar ontem ao jantar. A verdade é que foi o aniversário do meu irmão mais novo, e por isso, havia muito para comer!

11
Nov15

O que eu comi durante o dia #3

Goulart Pinheiro

Embora ainda não tenha jantado, já sei o que será, e como tenho uma reunião daqui a pouco, tenho que deixar o post feito agora, por isso, aqui fica a lista de hoje.

 

Pequeno-Almoço Pão com Becel e Fiambre de Peru + Leite com Cola Cao
Snack da Manhã Apenas bebi café porque almocei muito cedo
Almoço Douradinhos com Batata Cozida e Vegetais (Ervilhas, Cenoura e Milho) + Kiwi
Lacnhe 1 Iogurte com Cereais Special K + Banana
Lanche 2 Bolo na Caneca
Jantar Tostas com Paté de Atum Caseiro + Chá Preto de Limão da Lipton

 

Já sabem, amanhã há mais!

10
Nov15

O que eu comi durante o dia #2

Goulart Pinheiro

Trago-vos então o menu do dia de hoje.

 

Pequeno-Almoço Pão com Becel e Fiambre + Leite sem Lactose com Chocolate
Snack da Manhã Gelatina + Cereais Special K
Almoço Noodles de Frango com Ovo Cozido + Uvas
Lanche 1 Bolachas Chiquilin + Pêra Rocha
Lanche 2 Pão com Becel + Sumo de Laranja
Jantar Cereais Caramelizados com Leite sem Lactose

 

Amanhã há mais!

09
Nov15

O que eu comi durante o dia #1

Goulart Pinheiro

Como prometido, hoje trago aquilo que comi durante o dia de hoje.

 

 
Pequeno-Almoço Pão (Fresco) com Peito de Peru e Manteiga Becel + Leite S/Lactose c/ ColaCao (0% açucares adicionados)
Snack da Manhã Café Delta Q (3) + Bolachas Chiquilin + Banana
Almoço Duas Sandes de Paté de Sardinha + Maçã
Lanche 1 Iogurte Natural + Cereais Muesli
Lanche 2 Tostas com Manteiga Becel + Pleno de Limão e Chá Verde + Kiwi
Jantar Creme de Cenoura com Pão Tostado + Gelatina

 

E foi isto. Comi as sandes porque fui nadar e tinha que comer no autocarro, não tinha tempo para almoçar, mas normalmente como qualquer coisa mais consistente ao almoço. Mas tal como eu disse no meu post sobre as refeições, como estudante universitária sobra-me pouco tempo para cozinhar e, por isso, tem que ser tudo muito prático.

06
Nov15

Comida

Goulart Pinheiro

Hoje venho falar-vos de comida! Mais ou menos, da forma como eu organizo as minhas refeições de modo a minimizar os custos, e  a não ter que me preocupar tanto com as refeições durante a semana.

 

Primeiro vou falar-vos um pouco do meu regime alimentar. Há, mais ou menos, um ano descobri que tinha colesterol alto (sim, tão nova) e decidi, por isso, que tinha que melhorar o meu estilo de vida a começar pela alimentação. Para um estudante, com pouco tempo, é por vezes difícil arranjar disponibilidade para cozinhar e comer de forma saudável, no entanto, tento quebrar esse ciclo. Por outro lado, decidi também que iria comer menos carnes vermelhas e apostar mais na base da pirâmide alimentar, ou seja, cereais, frutas, leguminosas e afins...

 

Mantendo-me ainda tão ocupada é difícil conseguir cozinhar a fazer refeições saudáveis. Decidi então que era mais fácil se as organizasse. Deste modo poderia fazer a lista das compras com base na comida que iria efectivamente consumir e utilizar a comida que já tivesse em casa para fazer as refeições (minimizando custos e trabalho) e não comprando coisas que depois me fizessem "cair em tentação".

 

Basiamente aquilo que faço todas as sextas-feiras é preencher uma tabela, mais ou menos como esta (com mais refeições, faço 6 por dia):

 

Para me ajudar a construir a tabela também utilizo as seguintes tabelas:

 

 

Uso-as porque acredito que devemos consumir as coisas durante a época e não estimular a produção contínua de organismos que não estão associados a um tipo de clima, causando um enorme desgaste nos solos agrícolas e nos ecossistemas naturais (através da sua destruição para solos agrícolas).

Também abro a dispensa, frigorífico e congelador e vejo o que sobrou de semanas anteriores que possa utilizar para novas refeições. Quase sempre as minhas refeições são coisas muito rápidas e práticas porque tenho pouco tempo, confesso, e por isso, que não são as mais saudáveis (mas são melhores do que eram).

 

Quando termino as refeições começo a lista das compras e posso contar quantas frutas tenho que trazer, a quantidade de legumes e quais, e trazer a comida "à conta" sem desperdícios e sem ocupar espaço em casa desnecessário.

 

Fora isto, tento beber 2L de água por dia (o que ainda não consigo) e tomo dois suplementos alimentares: lecitina de soja (para a concentração - normalmente tomo nos 10 dias anteriores a ter um teste/exame) e zinco (que tomo todos os dias para reforçar o sistema imunitário). Compro-os no celeiro.

 

Durante a próxima semana irei colocar posts todos os dias com as refeições que faça.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Sobre Isto

O minimalismo apresentou-se a mim não como uma moda a adoptar no momento, mas como um estilo de vida a adoptar sempre. Como Ecologista convicta, sou totalmente contra o estilo de vida de consumo desenfreado que vivemos nos dias de hoje em que interessa ter muito. Acredito que "o caminho se faz caminhando" e por isso não coloco quaisquer expectativas sobre o que o futuro trará, ao invés, acredito nas mudanças presentes e que devemos viver agora o que deve ser vivido agora. Ter muitas coisas ocupa muito espaço físico e mental, muita preocupação. Minimalizar tornou-se uma prática de relaxamento e em que ter pouco é ter muito mais.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D