Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Minimalismo Num Pedestal

Não é preciso ter muito, desde que se tenha as coisas certas.

Minimalismo Num Pedestal

Não é preciso ter muito, desde que se tenha as coisas certas.

04
Mar19

O que comprei em Janeiro e Porquê!

Goulart Pinheiro

Como sabem através de um post mais antigo, uma das formas que tenho para me organizar é manter uma lista de coisas a comprar. Normalmente, sempre que acho que preciso de comprar algo, escrevo na lista e depois vou analisando a lista e vendo se preciso mesmo, se não preciso, se aquilo que preciso pode ser substituído por algo que tenha a mesma função, mas ou que seja mais eficiente ou que inclua mais funções, ou que eu já tenha; ou se aquilo que escrevi é para ser sempre utilizado ou se pode pedir emprestado e etc.

A primeira coisa que decidi fazer este ano (género resolução de ano novo) foi que no máximo compraria uma dessas coisas por semana de modo a restringir o consumo e a minha veia consumista e de modo a poupar dinheiro.

 

Antes de fazer cada compra analiso as várias opções, preços, qualidade, eficiência e necessidade (se é uma prioridade ou não).

 

Assim, em Janeiro aquilo que comprei foi:

 

Óculos de Natação

Uma vez que decidi voltar a nadar, e que os óculos que tinha se começaram a partir e já entrava água, tive que comprar uns novos.

 

Fato de Banho

 

Porque a licra do meu fato-de-banho anterior se estava a desfazer, tive que investir num novo para a prática da natação.

 

 

Mochila

Finalmente, e como tinha mencionado num post que fiz no final do ano passado, investi numa mochila mais pequena, que acumula menos tralha e que funciona tanto como mochila como mala, o que é bastante útil, considerando o meu estilo de vida.

Depois de muitas dúvidas, acabei a comprar a Re-Kanken da Fjallraven Kanken através da Pegada Verde por ser uma mochila feita com garrafas de plástico e assim tentando contribuir para uma pegada ecológica menor.

 

Isto foi aquilo em que investi/gastei dinheiro em Janeiro. Fora claro, o óbvio com comida e contas para pagar. Irei fazer posts deste género ao longo do ano sobre aquilo que compro em cada mês.

 

Partilhem também!

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Sobre Isto

O minimalismo apresentou-se a mim não como uma moda a adoptar no momento, mas como um estilo de vida a adoptar sempre. Como Ecologista convicta, sou totalmente contra o estilo de vida de consumo desenfreado que vivemos nos dias de hoje em que interessa ter muito. Acredito que "o caminho se faz caminhando" e por isso não coloco quaisquer expectativas sobre o que o futuro trará, ao invés, acredito nas mudanças presentes e que devemos viver agora o que deve ser vivido agora. Ter muitas coisas ocupa muito espaço físico e mental, muita preocupação. Minimalizar tornou-se uma prática de relaxamento e em que ter pouco é ter muito mais.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D