Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Minimalismo Num Pedestal

Não é preciso ter muito, desde que se tenha as coisas certas.

Minimalismo Num Pedestal

Não é preciso ter muito, desde que se tenha as coisas certas.

13
Jan19

A Minha Mala

Goulart Pinheiro

Dores nas costas, um ombro mais alto que o outro, dores de cabeça, demasiado peso.

 

Estas são as queixas mais comuns quando se utiliza uma mala de ombro e cheia de carga lá dentro. Como tal, decidi fazer um post sobre a minha mala, algo que já não fazia há algum tempo.

 

A minha principal teoria é a de que: quanto maior for a mala que utilizamos, maior é a carga que levamos lá dentro, porque temos de facto, espaço para tal. Por isso, para quem quer reduzir a carga com que se desloca, o meu primeiro conselho será o de utilizar uma mala mais pequena e levar consigo apenas o essencial.

 

Mas façam como o frei Tomás, o que ele diz e não o que ele faz. Embora esteja a ponderar investir numa mochila mais pequena, ainda não o fiz porque #faltadinheiro e como sabem, prefiro investir em produtos de longa duração, e por isso, tenho que juntar dinheiro primeiro para depois o poder fazer. 

 

Neste momento utilizo uma mochila normal da Samsonite que me foi oferecida no último aniversário. A mochila contém dois bolsos laterais, uma bolsa para o portátil, uma bolsa maior e um bolso do lado de fora mais pequeno. No interior da bolsa grande existe uma bolsa escondida para colocar o que consideramos mais propício a ser alvo de roubo e que é importante que não seja roubado (ex. a carteira).

 

 

Mas mais importante que isso, é aquilo que eu carrego dirariamente dentro da mala numa tentativa de ter tudo o que preciso sem ter muito peso. Por isso, aqui fica a lista das coisas que transporto regularmente comigo:

 

Na bolsa do portátil:

  • A minha agenda 2019 - formato A5;
  • O meu caderno A5 da Staples com separadores para as notas, as listas e etc.;

 

Na bolsa grande:

  • Os meus óculos;
  • Uma bolsa com alguns cosméticos como: batôm do cieiro e creme das mãos, lenços de papel e toalhitas húmidas em certos dias do mês;
  • Uma bolsa com o meu powerbank e os phones;
  • O meu almoço e alguns snacks para o dia;
  • A minha carteira com os documentos e o dinheiro;

 

Na bolsa de fora:

  • Os meus óculos de sol;
  • O meu passe;
  • As chaves de casa e do meu local de trabalho.

 

No bolso lateral: 

  • Garrafa de água;
  • Guarda-chuva - quando há previsão.

 

O telemóvel normalmente transporto no bolso e quando sei que vou demorar mais tempo nos transportes, costumo levar igualmente o livro que esteja a ler nesse momento comigo para ocupar o tempo. 

 

Há ainda algumas coisas que eu gostava de retirar de modo a reduzir o peso, mas ainda não me debrucei sobre essas mudanças. Uma delas, será como já disse, encontrar uma mochila mais pequena para o dia-a-dia que permita que tendo menos espaço, tenha que ter menos coisas.

 

Aos fins-de-semana utilizo uma bolsa mais pequena que normalmente leva apenas as chaves de casa, a carteira e o telemóvel; e se estiver "naquela fase do mês" a minha bolsa de cosméticos também.

27
Dez15

Em Busca da Mala Ideal

Goulart Pinheiro

Um dos primeiros posts que fiz neste blog foi sobre a minha única mala. Logo nesse post "anunciei" que provavelmente iria ter outra no Natal, uma vez que já andava à procura de uma.

 

Queria uma mala que fosse mais pequena do que a da Lacoste, no entanto, maior do que as malas pequeninas que tenho para sair à noite. A primeira mala que vi foi esta da Bimba Y Lola:

 

 

No entanto, não a comprei logo porque era só para o Natal. Cheguei a dizer à minha mãe que poderíamos esperar pelos Saldos. No entretanto, vi o filme que já mencionei diversas vezes no blog, e que podem ler aqui.

 

Decidi então enviar um e-mail à marca a perguntar onde eram fabricadas as suas malas. Responderam-me que eram fabricadas em diversos sítios e que se lhes enviasse a referência do produto em que estava interessada, me dariam uma resposta mais concreta. Lá o fiz, e responderam-me que era fabricada na China (sim, sempre muito vagos). Então perguntei se tinham algum produto que fosse fabricado na Europa ou América do Norte sem recurso a sweatshops, de novo me disseram que lhes enviasse as referências dos produtos em que estava interessada e me dariam uma resposta mais concreta. Desisti.

 

Durante algum tempo ainda ponderei se comprava ou não. Se fosse durável, e eu não tivesse que comprar outra nos próximos tempos e etc (sempre a pesar os prós e os contras). No entanto, achei que mesmo sendo feita numa sweatshop (acredito eu) e mesmo que durasse muitos anos, o princípio da empresa nas respostas de e-mail que me deu pareceu-me errado. Por isso, decidi que não ia comprar à marca.

 

Comecei então a pesquisar lojas sem recurso a sweatshops. Pesquisei bastante sem grande sucesso em encontrar algo que me agradasse. Lembrei-me então que se Portugal tem uma enorme indústria no fabrico de calçado, possivelmente também teria de malas. Decidi investigar um pouco. Dei com as marcas Cavalinho e Foreva. Para ambas enviei um e-mail procurando saber onde eram produzidas as malas, os tecidos, etc. Penso que apenas a Cavalinho me respondeu, no entanto, nenhuma das malas deles me agradou particularmente.

 

Decidi continuar a investigação e dei com este site:

 

Adorei automaticamente o design das malas. Decidi então enviar um e-mail à marca a perguntar onde eram produzidas as malas e os tecidos, e etc. Responderam-me passado duas horas dizendo quase tudo o que queria ouvir. As malas são produzidas em Portugal numa fábrica em Vendas Novas e também são eles que produzem o próprio tecido. Bem, e é sabido que cortiça é do que há mais em Portugal.

 

Descobri que vendiam os seus produtos nalguns centros comerciais como Vasco da Gama e Campo Pequeno e decidi ir procurar os produtos por lá. Acabei a encontrar esta mala:

 

IMG_20151226_142302.jpg

 

Custou 70€, mas eu acho que foi um preço justo por ela. Tem espaço para tudo o que preciso de levar comigo no dia-a-dia quando não tenho aulas ou reuniões.

 

21
Nov15

O que eu tenho na minha mala - fotos

Goulart Pinheiro

Tal como tinha ficado "prometido" quando coloquei a lista das coisas que tinha na minha mala, hoje trago as fotografias. Faltam algumas coisas, como o PowerBank, que está a carregar, mas no essencial é isto!

 

IMG_20151121_103551.jpg

Esta é a minha mala: Lacoste L1212 Concept em Preto.

IMG_20151121_103610.jpg

 

IMG_20151121_103633.jpg

 Como é possível verificar, na bolsinha mais pequena trago esta carteirinha com o passe (e o recibo) e os phones.

 

IMG_20151121_103710.jpg

Dentro da bolsa grande trago o meu porta-moedas,

IMG_20151121_103736.jpg

 O meu estojo com canetas, lápis, etc.,

 

IMG_20151121_103754.jpg

A prenda de anos do meu pai (fez anos ontem),

 

IMG_20151121_103824.jpg

 A minha carteira que tem os meus cartões, recibos, etc.,

 

IMG_20151121_104157.jpg

As minhas chaves de casa, com o porta-chaves do IPST,

 

IMG_20151121_104204.jpg

 O meu caderninho das tarefas, ideias para posts e tudo o que precisar,

 

IMG_20151121_104219.jpg

 Os meus óculos de sol,

 

IMG_20151121_104235.jpg

 Os meus óculos,

 

IMG_20151121_104252.jpg

IMG_20151121_104325.jpg

 E o meu necessaire com algumas das coisas que levo lá dentro.

 

07
Nov15

Como organizo a minha mala

Goulart Pinheiro

Hoje trago-vos o tópico: como organizo a minha mala. A verdade, é que não organizo (assim tanto) porque não há muito para organizar. Por isso, vou deixar-vos uma listinha das coisas que andam dentro da minha mala diariamente.

 

Já sabem que a mala que uso é a L1212 Concept da Lacoste. A mala tem um bolso pequenino lateral no qual transporto:

 

  1. Uma bolsinha A6 que leva o meu passe e os horários dos autocarros que mais utilizo;
  2. Os meus auriculares (para que não se embrulhem todos).

 

Dentro da restante mala levo:

  1. Carteira com cartões e eventuais notas;
  2. Porta-moedas;
  3. Óculos de sol;
  4. Óculos de ver;
  5. PowerBank;
  6. Telemóvel;
  7. Garrafa de Água;
  8. Caderno A6 (o caderno das tarefas);
  9. Estojo com Lápis, Canetas...;
  10. Necessaire;

 

Dentro do necessaire:

  1. Toalhetes;
  2. Lenços de Papel;
  3. Batôm Cieiro;
  4. Batôm Cor;
  5. Pinça;
  6. Lima;
  7. Espelho;
  8. Corretor de Olheiras;
  9. Ben-U-Ron.

 

Tento andar apenas com o mínimo e indispensável na mala, porque não gosto de andar pesada, nem com coisas que depois não uso. Quando tenho aulas também levo lá dentro a minha prancheta com folhas. Quando tiver um bocadinho mais de tempo, prometo fotografar tudo e colocar no blog.

04
Nov15

A minha única mala!

Goulart Pinheiro

A maioria das mulheres adora malas, e bolsas, e carteiras e tudo o que tenha qualquer coisa relacionado com isso. Vistas bem as coisas, eu não era excepção até adoptar o minimalismo. No entanto, depois de o fazer, as "500" malas que tinha teriam que deixar de estar na minha posse.

 

Decidi então que deveria ter uma mala para o dia-a-dia, no máximo dos máximos, duas (por agora tenho uma, vamos ver o que o Pai Natal nos traz).

Mas, foi aí que começou a minha luta. Por ser só uma queria qualquer coisa versátil, durável, e de boa qualidade. A verdade é que sempre comprei malas na Mango e embora não sejam assim tão baratas (40€/50€), não duram tanto quanto o preço que pedem por elas.

 

Fora isto, eu gosto de malas grandes, onde possa atirar toda a tralha lá para dentro e não ter que andar com coisas nas mãos. Neste momento devem estar a pensar: comprou a Le Pliage da Longchamp. Na verdade, não... Não sei bem porquê mas não sou muito fã dessas malas. Até era, até toda a gente ter uma! Não há um único dia em que não veja alguém com uma mala desssas.

Por isso, escolhi a Lacoste L12 12 Concept:

 

Comprei a "Large Size" em Preto e custou 95€. Se calhar podem achar que é muito dinheiro, mas para mim foi um investimento porque espero sinceramente que a mala dure muito tempo (tem neste momento 2 meses de existência). A verdade é que na maioria dos dias, para as aulas, levo a minha mochila da Decathlon com tudo lá dentro, mas nos dias em que não tenho aulas, ou só tenho 1 ou 2, esta mala é perfeita e gigante, cabe tudo lá dentro, e na maioria dos dias a minha é a única que vejo.

 

Posto isto, vou também enumerar as outras malas que tenho (sim, na verdade não tenho só uma, tenho quatro): Tenho uma bolsa em pele castanha de colocar a tiracolo que serve, mais coisa menos coisa, para quando "vou só a um sítio, já volto" ou quando vou de férias e levo uma mochila com mapas, comida, camisola quente e a bolsa para carteira e o telemóvel; tenho uma mochila, também em pele, comprada na FIA (Feira Internacional de Artesanato) que serve no verão para passeios mais longos ou fins-de-semana ou similar e uma bolsa amarela (QUE ADORO) que serve para sair à noite, eventos mais formais e etc.

De forma simples (como eu gosto) é isto que se passa no meu mundo das malas. No Natal gostava de comprar a Lacoste L12 12 Concept em Small ou Medium em Deep Purple ou "Ferrari", a verdade é que ainda não me decidi, mas se tiverem a oportunidade guardem dinheiro e invistam numa mala de qualidade (sem terem que dar 200€ por uma Michael Kors em plástico), vale a pena!

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Sobre Isto

O minimalismo apresentou-se a mim não como uma moda a adoptar no momento, mas como um estilo de vida a adoptar sempre. Como Ecologista convicta, sou totalmente contra o estilo de vida de consumo desenfreado que vivemos nos dias de hoje em que interessa ter muito. Acredito que "o caminho se faz caminhando" e por isso não coloco quaisquer expectativas sobre o que o futuro trará, ao invés, acredito nas mudanças presentes e que devemos viver agora o que deve ser vivido agora. Ter muitas coisas ocupa muito espaço físico e mental, muita preocupação. Minimalizar tornou-se uma prática de relaxamento e em que ter pouco é ter muito mais.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D