Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Minimalismo Num Pedestal

Não é preciso ter muito, desde que se tenha as coisas certas.

Minimalismo Num Pedestal

Não é preciso ter muito, desde que se tenha as coisas certas.

26
Out15

Sobre a Cápsula

Beatriz Goulart

Como mencionei no meu último post, o meu primeiro contacto com o minimalismo foi através da "cápsula". Assim, decidi escrever este post para vos explicar um pouco mais sobre ela. Como também já tinha referido, a forma como comecei a ter acesso a isto foi através de vídeos no youtube (deixarei alguns links mais abaixo). Alguns deles apresentam por si regras e explicações detalhadas e etc., mas a verdade foi que, para mim, apenas serviram como inspiração, uma vez que eu queria criar algo que fosse só meu. Depois de ver bastantes vídeos decidi que o ia fazer, mas vou ser sincera, foi difícil. Sobretudo porque olhava para o meu roupeiro e pensava: mas será que me quero livrar disto? Estive ainda dois dias em que abria a porta do roupeiro e decidia que ia começar, mas na verdade, nunca avançava. Passados dois dias lá tive que dizer a mim mesma: Beatriz, controla-te, é SÓ roupa. Comecei então por estabelecer as regras, que irei enumerar de seguida:

1) Iria ser apenas de 40 peças (sapatos incluídos);

2) Iria utilizar durante 40 dias (embora já tenha mencionado que é difícil devido ao tempo);

3) Tinha que escolher uma palete de cores para usar e todas teriam que ficar bem com todas. Escolhi cores neutras mais o Caqui e o Bordeaux.

Claro que estabelecer regras à partida pode ser importante e orientador, mas todos sabemos que na prática as coisas não funcionam bem assim. Por isso mesmo, a cápsula que estou a utilizar neste momento apenas contém 35 peças e eu não tenho mais para incluir nela. Sei que se calhar quando vier o frio que talvez passe as 40 peças porque é preciso casacos grossos, e casacos normais e camisolas de lã e camisolas de algodão. Tudo sobreposto. Quanto à palete de cores, a verdade é que adoro preto e branco, o cinzento, o caqui e o bordeaux são um pouco para eu não ficar sem cor. No entanto, outras cores também são aceitáveis, em especial em acessórios. Falando agora um pouco sobre a experiência pessoal. Todas as mulheres têm aquela loucura do "não tenho nada para vestir", embora tenham um roupeiro cheio de roupa. A cápsula permite que isso não aconteça. Como a ideia principal é minimalizar e uniformizar, tudo fica bem com tudo e não se corre o risco de não ter nada que combine. Por outro lado, uma vez que tudo fica bem com tudo, as combinações que se podem fazer são inúmeras. Por outro lado, não temos que nos preocupar com o que vamos vestir porque (e aqui é que está a chave do sucesso) utilizamos apenas coisas que realmente gostamos e que realmente nos ficam bem. Eu sou aquele género de pessoa que compra uma coisa e fica à espera de uma "ocasião especial" para a usar. Desde que comecei a ter a cápsula que isso deixou de acontecer. Fora tudo isto, sinto-me mais confiante na roupa que uso e não gasto dinheiro todas as semanas em roupa nova. Aconselho por isso, a todos, que abram o roupeiro e repensem naquilo que lá têm: quantas vezes o usam? fica bem? gostam da cor? gostam do corte?

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Sobre Isto

O minimalismo apresentou-se a mim não como uma moda a adoptar no momento, mas como um estilo de vida a adoptar sempre. Como Ecologista convicta, sou totalmente contra o estilo de vida de consumo desenfreado que vivemos nos dias de hoje em que interessa ter muito. Acredito que "o caminho se faz caminhando" e por isso não coloco quaisquer expectativas sobre o que o futuro trará, ao invés, acredito nas mudanças presentes e que devemos viver agora o que deve ser vivido agora. Ter muitas coisas ocupa muito espaço físico e mental, muita preocupação. Minimalizar tornou-se uma prática de relaxamento e em que ter pouco é ter muito mais.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D