Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Minimalismo Num Pedestal

Não é preciso ter muito, desde que se tenha as coisas certas.

Minimalismo Num Pedestal

Não é preciso ter muito, desde que se tenha as coisas certas.

20
Fev19

Planear Como?

Goulart Pinheiro

Planear é para mim bastante importante, porque me permite manter a par das coisas que tenho para fazer e de como organizar o meu dia-a-dia.

 

 

 

Mas tenho tido alguns problemas em encontrar o sistema ideal para o fazer.

A minha dúvida maior fica sempre entre se utilizo papel ou se utilizo tecnologia.

 

 

 

Prós do Papel:

  • Gosto de escrever;
  • Gosto de ter a base física e folhear as coisas;

Contras do Papel:

  • Gasto papel e água;
  • Ando mais carregada;
  • Gastar dinheiro a adquirir cadernos e agendas;
  • Gasto tinta.

Prós da Tecnologia:

  • Posso adicionar coisas em qualquer lugar mais facilmente;
  • Tenho tudo no mesmo sítio.

Contras da Tecnologia:

  • Não me dá tanto gozo escrever no telemóvel/computador;
  • Gasto eletricidade;
  • Exploração de metais pesados para a construção dos telemóveis, computadores, tablets e afins.

 

Talvez com esta explicação consigam entender o meu dilema.

Já experimentei vários formatos e contínuo sem saber qual deles considero mais adequado para mim e para o meu estilo de vida.

 

Por isso, gostava que partilhassem comigo as vossas formas de organização para que eu talvez consiga ter alguma inspiração e me consiga organizar melhor.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Sobre Isto

O minimalismo apresentou-se a mim não como uma moda a adoptar no momento, mas como um estilo de vida a adoptar sempre. Como Ecologista convicta, sou totalmente contra o estilo de vida de consumo desenfreado que vivemos nos dias de hoje em que interessa ter muito. Acredito que "o caminho se faz caminhando" e por isso não coloco quaisquer expectativas sobre o que o futuro trará, ao invés, acredito nas mudanças presentes e que devemos viver agora o que deve ser vivido agora. Ter muitas coisas ocupa muito espaço físico e mental, muita preocupação. Minimalizar tornou-se uma prática de relaxamento e em que ter pouco é ter muito mais.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D