Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Minimalismo Num Pedestal

Não é preciso ter muito, desde que se tenha as coisas certas.

Minimalismo Num Pedestal

Não é preciso ter muito, desde que se tenha as coisas certas.

06
Abr18

Novo Hábito

Beatriz Goulart

Muitas vezes se ouve dizer que "burro velho não aprende línguas" ou "burro velho não aprende cantigas", na verdade, os ditados populares vão mudando com o tempo, com as zonas, etc. Mas não é de ditados populares que vamos falar hoje, mas sim de um novo hábito que eu acho que todos podem incorporar no seu dia-a-dia e que considero uma mais valia.

 

Normalmente nos transportes públicos eu costumava ler, no entanto, nos autocarros torna-se díficil porque fico mal-disposta, ou muitas vezes porque não há lugares sentados e não é prático ler de pé. Por isso mesmo, decidi incoporar um novo hábito nas minhas viagens casa-trabalho-escola.

 

Podcasts.

 

Sim, estão bastante na moda e depois de ter começado a ouvir alguns, entendi o porquê. Na verdade é quase como ver vídeos no YouTube, mas sem o vídeo em si, apenas a voz.

Existem inúmeros serviços que têm podcasts, como o iTunes ou o Spotify, fora a quantidade de apps dedicadas apenas a estes podcasts.

Eu, pessoalmente, gosto de utilizar o do Spotify porque considero mais fácil procurar os temas que me interessam.

 

Por outro lado, existem inúmeros temas que vão desde música, cinema, criatividade, multimédia, organização, estilo de vida, saúde, desporto, ciência, ambiente, estilos de alimentação, comédia.

É uma nova forma de ouvir programas de rádio, sem ter que ouvir tudo o que não interessa, como a publicidade chata.

 

Assim, fica aqui a dica para procurarem podcasts que vos interessem e que os possam incorporar no vosso dia-a-dia porque é uma boa maneira de aprender algo novo todos os dias, de obter nova informação sobre coisas que vos interessam ou simplesmente ouvir opiniões e experiências sobre os mais diversos temas.

3 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Sobre Isto

O minimalismo apresentou-se a mim não como uma moda a adoptar no momento, mas como um estilo de vida a adoptar sempre. Como Ecologista convicta, sou totalmente contra o estilo de vida de consumo desenfreado que vivemos nos dias de hoje em que interessa ter muito. Acredito que "o caminho se faz caminhando" e por isso não coloco quaisquer expectativas sobre o que o futuro trará, ao invés, acredito nas mudanças presentes e que devemos viver agora o que deve ser vivido agora. Ter muitas coisas ocupa muito espaço físico e mental, muita preocupação. Minimalizar tornou-se uma prática de relaxamento e em que ter pouco é ter muito mais.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D