Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Minimalismo Num Pedestal

Não é preciso ter muito, desde que se tenha as coisas certas.

Minimalismo Num Pedestal

Não é preciso ter muito, desde que se tenha as coisas certas.

09
Dez15

Minimizar em termos tecnológicos

Beatriz Goulart

O post de hoje, embora possa parecer que é sobre reduzir a nossa pegada ecológica em termos tecnológicos, na verdade, é sobre organizar os ficheiros no computador e no telemóvel do modo mais eficiente possível.

 

O primeiro ponto que quero focar, é o facto de que para aumentar a eficiência dos aparelhos eletrónicos, quanto menos "lixo" eles tiverem acumulado, melhor. Por isso, torna-se importante armazenar as coisas externamente. No caso dos computadores, o mais vantajoso será ter um disco externo:

 

 

 

No que toca a telemóveis, provavelmente serão os cartões de memória:

 

 

 

Por outro lado, é importante, do meu ponto de vista, ter sempre as coisas organizadas, o que facilita e muito quando andamos à procura de alguma coisa, quando queremos eliminar ficheiros, etc.. Como por exemplo, a organização por pastas no computador:

 

Pastas.png

 (Isto também pode ser feito no telemóvel, no tablet, no iPod...)

 

Por fim, torna-se ainda importante ir eliminando coisas que ocupam espaço, como históricos, ficheiros copiados, ficheiros que já não se precisa, e uma outra enorme variedade de coisas que não temos à vista desarmada. Para isso, eu uso uma aplicação (há a versão gratuita e a versão não gratuita) tanto no computador como no telemóvel que se chama CCleaner:

 

 

 

E que está disponível para download no seguinte link:

 

https://play.google.com/store/apps/details?id=com.piriform.ccleaner&hl=pt_PT

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Sobre Isto

O minimalismo apresentou-se a mim não como uma moda a adoptar no momento, mas como um estilo de vida a adoptar sempre. Como Ecologista convicta, sou totalmente contra o estilo de vida de consumo desenfreado que vivemos nos dias de hoje em que interessa ter muito. Acredito que "o caminho se faz caminhando" e por isso não coloco quaisquer expectativas sobre o que o futuro trará, ao invés, acredito nas mudanças presentes e que devemos viver agora o que deve ser vivido agora. Ter muitas coisas ocupa muito espaço físico e mental, muita preocupação. Minimalizar tornou-se uma prática de relaxamento e em que ter pouco é ter muito mais.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D