Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Minimalismo Num Pedestal

Não é preciso ter muito, desde que se tenha as coisas certas.

Minimalismo Num Pedestal

Não é preciso ter muito, desde que se tenha as coisas certas.

27
Nov17

Gelinho Verde?

Beatriz Goulart

IMG_20171127_141248_920.jpg

 

 

 

Eu sei que me vão dizer que o gelinho não é particularmente ecológico, e é verdade! Mas se forem pessoas como eu, que gostam ao máximo de ter as unhas arranjadas e bonitas porque é uma forma que têm de se sentir mais femininas, mais arranjadas e até mesmo organizadas, gelinho é a opção mais ecológica.

Durante muito tempo usei vernizes normais, que se estragam muito facilmente, fora o dinheiro e os gastos em acetona, algodão e, claro, verniz porque todos os dias é preciso retocar. As minhas unhas nunca duraram mais de dois dias arranjadas, mesmo usando luvas para fazer tudo!

Até que descobri o gelinho! Milagre dos milagres: é menos agressivo para as unhas do que o gel, dura muito mais tempo e até pude deixar de usar luvas para lavar a loiça ou a casa de banho que ele não sai. Ao fim de um mês (o tempo que ele dura nas minhas mãos) é um simples produto que o retira e voltamos a ter as nossas unhas normais, e as minhas nunca ficaram amarelas como com os restantes vernizes "normais".

No entanto tive as minhas desilusões. A primeia vez que o fiz foi na conceituada marca Nails4US, paguei bem (mais de 20€) para umas unhas que me duraram 6 dias - nunca mais me esqueci. E fiquei chateada (claro) e decidi que não o faria mais, tendo em conta que não compensava.

ATÉ um dia a minha prima me ter aparecido à frente com gelinho com duas semanas e as unhas dela estavam impecáveis.

- Onde fizeste isso?

- Em Oeiras?

- Quanto pagaste?

- 10€

Como assim? Claro que eu não podia ir para Oeiras na altura porque faculdade e trabalho, ir a Oeiras não eram 10 minutos.

Mas decidi começar a investigar sítios mais próximos de mim para fazer as unhas a preços mais baratos. Na altura as unhas de gel eram o que estava mais na moda e não foi fácil encontrar sítios que fizessem gelinho. E sempre que os encontrava, saía desiludida. Mas como quem busca sempre encontra:

Um dia, a minha cabeleireira disse-me que tinha uma rapariga nova para as unhas que a filha dela dizia que era muito boa e eu não hesitei e decidi marcar e experimentar. Desilusão por desilusão: perdida por uma, perdida por mil.

Foi a melhor experiência que tive! Muita simpatia e profissionalismo, muito cuidado, mas sobretudo a sensação de que é uma amiga que nos está a arranjar as unhas. 

Acabei por me mudar para longe e, com isso, tentar arranjar outro sítio onde arranjar. Todos foram uma desilusão. 

Disse à minha mãe: mãe, tens que ir à Sofia, ela é a melhor.

E mesmo estando longe, nem que tenha que arranjar um dia de férias ou uma tarde, ou umas horas, é lá que vou, é lá que estou rendida. Nunca fico desiludida com nada. Já fiz depilações, unhas e até massagens! Mesmo quando as minhas unhas estão horríveis, a Sofia consegue dar a volta!

Por isso, aconselho a todos os que passarem na zona de Sacavém (concelho de Loures) a mandarem mensagem à Sofia: https://www.facebook.com/sofia.roque.581 e combinarem porque vale mesmo a pena!

E não é ultra verde, mas é ultra nice!

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Sobre Isto

O minimalismo apresentou-se a mim não como uma moda a adoptar no momento, mas como um estilo de vida a adoptar sempre. Como Ecologista convicta, sou totalmente contra o estilo de vida de consumo desenfreado que vivemos nos dias de hoje em que interessa ter muito. Acredito que "o caminho se faz caminhando" e por isso não coloco quaisquer expectativas sobre o que o futuro trará, ao invés, acredito nas mudanças presentes e que devemos viver agora o que deve ser vivido agora. Ter muitas coisas ocupa muito espaço físico e mental, muita preocupação. Minimalizar tornou-se uma prática de relaxamento e em que ter pouco é ter muito mais.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D