Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Minimalismo Num Pedestal

Não é preciso ter muito, desde que se tenha as coisas certas.

Minimalismo Num Pedestal

Não é preciso ter muito, desde que se tenha as coisas certas.

25
Jan16

Dia 24 e Dia 25 #30diasdesafiominimalismo

Goulart Pinheiro

Ontem não tive oportunidade de vir ao blog escrever porque foi dia de eleições, e tendo em conta que estava numa mesa de voto, tive que me levantar cedo e deitar tarde.

 

No entanto, o desafio de ontem consistia em praticar a gratidão. Confesso que depois de ter ganho quem ganhou nas eleições, não me sinto muito grata. Ainda assim, agradeço a todos os que sairam dos seus locais de conforto para se dirigir às urnas e exercer o seu direito e dever cívico que é participar na vida democrática que a todos diz respeito.

 

Não irei desenvolver muito este desafio, uma vez que a Courtney Carver, autora do blog be more with less, tem um desafio semelhante, que me parece melhor do que este, e que eu irei fazer mais à frente.

 

O desafio do dia de hoje consiste em deixar o dia todo sem planos. É um desafio engraçado, confesso, porque eu tenho sempre que ter algo planeado. Na maioria das vezes em que não tenho, acabo a não fazer nada. Para além disso, tenho uma consulta médica e não posso faltar a certos compromissos. No entanto e fora isto, não tenho quaisquer planos traçados para o dia. Assim sendo, irei fazendo os planos à medida que o dia for andando.

 

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Sobre Isto

O minimalismo apresentou-se a mim não como uma moda a adoptar no momento, mas como um estilo de vida a adoptar sempre. Como Ecologista convicta, sou totalmente contra o estilo de vida de consumo desenfreado que vivemos nos dias de hoje em que interessa ter muito. Acredito que "o caminho se faz caminhando" e por isso não coloco quaisquer expectativas sobre o que o futuro trará, ao invés, acredito nas mudanças presentes e que devemos viver agora o que deve ser vivido agora. Ter muitas coisas ocupa muito espaço físico e mental, muita preocupação. Minimalizar tornou-se uma prática de relaxamento e em que ter pouco é ter muito mais.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D