Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Minimalismo Num Pedestal

Não é preciso ter muito, desde que se tenha as coisas certas.

Minimalismo Num Pedestal

Não é preciso ter muito, desde que se tenha as coisas certas.

07
Nov15

Como organizo a minha mala

Beatriz Goulart

Hoje trago-vos o tópico: como organizo a minha mala. A verdade, é que não organizo (assim tanto) porque não há muito para organizar. Por isso, vou deixar-vos uma listinha das coisas que andam dentro da minha mala diariamente.

 

Já sabem que a mala que uso é a L1212 Concept da Lacoste. A mala tem um bolso pequenino lateral no qual transporto:

 

  1. Uma bolsinha A6 que leva o meu passe e os horários dos autocarros que mais utilizo;
  2. Os meus auriculares (para que não se embrulhem todos).

 

Dentro da restante mala levo:

  1. Carteira com cartões e eventuais notas;
  2. Porta-moedas;
  3. Óculos de sol;
  4. Óculos de ver;
  5. PowerBank;
  6. Telemóvel;
  7. Garrafa de Água;
  8. Caderno A6 (o caderno das tarefas);
  9. Estojo com Lápis, Canetas...;
  10. Necessaire;

 

Dentro do necessaire:

  1. Toalhetes;
  2. Lenços de Papel;
  3. Batôm Cieiro;
  4. Batôm Cor;
  5. Pinça;
  6. Lima;
  7. Espelho;
  8. Corretor de Olheiras;
  9. Ben-U-Ron.

 

Tento andar apenas com o mínimo e indispensável na mala, porque não gosto de andar pesada, nem com coisas que depois não uso. Quando tenho aulas também levo lá dentro a minha prancheta com folhas. Quando tiver um bocadinho mais de tempo, prometo fotografar tudo e colocar no blog.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Sobre Isto

O minimalismo apresentou-se a mim não como uma moda a adoptar no momento, mas como um estilo de vida a adoptar sempre. Como Ecologista convicta, sou totalmente contra o estilo de vida de consumo desenfreado que vivemos nos dias de hoje em que interessa ter muito. Acredito que "o caminho se faz caminhando" e por isso não coloco quaisquer expectativas sobre o que o futuro trará, ao invés, acredito nas mudanças presentes e que devemos viver agora o que deve ser vivido agora. Ter muitas coisas ocupa muito espaço físico e mental, muita preocupação. Minimalizar tornou-se uma prática de relaxamento e em que ter pouco é ter muito mais.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D