Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Minimalismo Num Pedestal

Não é preciso ter muito, desde que se tenha as coisas certas.

Minimalismo Num Pedestal

Não é preciso ter muito, desde que se tenha as coisas certas.

06
Nov15

Comida

Beatriz Goulart

Hoje venho falar-vos de comida! Mais ou menos, da forma como eu organizo as minhas refeições de modo a minimizar os custos, e  a não ter que me preocupar tanto com as refeições durante a semana.

 

Primeiro vou falar-vos um pouco do meu regime alimentar. Há, mais ou menos, um ano descobri que tinha colesterol alto (sim, tão nova) e decidi, por isso, que tinha que melhorar o meu estilo de vida a começar pela alimentação. Para um estudante, com pouco tempo, é por vezes difícil arranjar disponibilidade para cozinhar e comer de forma saudável, no entanto, tento quebrar esse ciclo. Por outro lado, decidi também que iria comer menos carnes vermelhas e apostar mais na base da pirâmide alimentar, ou seja, cereais, frutas, leguminosas e afins...

 

Mantendo-me ainda tão ocupada é difícil conseguir cozinhar a fazer refeições saudáveis. Decidi então que era mais fácil se as organizasse. Deste modo poderia fazer a lista das compras com base na comida que iria efectivamente consumir e utilizar a comida que já tivesse em casa para fazer as refeições (minimizando custos e trabalho) e não comprando coisas que depois me fizessem "cair em tentação".

 

Basiamente aquilo que faço todas as sextas-feiras é preencher uma tabela, mais ou menos como esta (com mais refeições, faço 6 por dia):

 

Para me ajudar a construir a tabela também utilizo as seguintes tabelas:

 

 

Uso-as porque acredito que devemos consumir as coisas durante a época e não estimular a produção contínua de organismos que não estão associados a um tipo de clima, causando um enorme desgaste nos solos agrícolas e nos ecossistemas naturais (através da sua destruição para solos agrícolas).

Também abro a dispensa, frigorífico e congelador e vejo o que sobrou de semanas anteriores que possa utilizar para novas refeições. Quase sempre as minhas refeições são coisas muito rápidas e práticas porque tenho pouco tempo, confesso, e por isso, que não são as mais saudáveis (mas são melhores do que eram).

 

Quando termino as refeições começo a lista das compras e posso contar quantas frutas tenho que trazer, a quantidade de legumes e quais, e trazer a comida "à conta" sem desperdícios e sem ocupar espaço em casa desnecessário.

 

Fora isto, tento beber 2L de água por dia (o que ainda não consigo) e tomo dois suplementos alimentares: lecitina de soja (para a concentração - normalmente tomo nos 10 dias anteriores a ter um teste/exame) e zinco (que tomo todos os dias para reforçar o sistema imunitário). Compro-os no celeiro.

 

Durante a próxima semana irei colocar posts todos os dias com as refeições que faça.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Sobre Isto

O minimalismo apresentou-se a mim não como uma moda a adoptar no momento, mas como um estilo de vida a adoptar sempre. Como Ecologista convicta, sou totalmente contra o estilo de vida de consumo desenfreado que vivemos nos dias de hoje em que interessa ter muito. Acredito que "o caminho se faz caminhando" e por isso não coloco quaisquer expectativas sobre o que o futuro trará, ao invés, acredito nas mudanças presentes e que devemos viver agora o que deve ser vivido agora. Ter muitas coisas ocupa muito espaço físico e mental, muita preocupação. Minimalizar tornou-se uma prática de relaxamento e em que ter pouco é ter muito mais.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D