Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Minimalismo Num Pedestal

Não é preciso ter muito, desde que se tenha as coisas certas.

Minimalismo Num Pedestal

Não é preciso ter muito, desde que se tenha as coisas certas.

29
Jan17

Alternativas "Minimal Waste"

Goulart Pinheiro

Embora o movimento se chame "Zero Waste", eu penso que é um nome falso, porque a verdade é que mesmo comprando a granel, os ingredientes e produtos têm que chegar às lojas embalados de alguma forma.

 

Assim, sugiro aqui algumas pequenas alterações que já introduzi por forma a produzir menos lixo e a consumir menos matérias primas.

 

1. Escovas de dentes em que apenas se mudam as cabeças.

Não é fácil de encontrar, no entanto, no celeiro, vendem-se escovas em que é possível apenas trocar a cabeça. A escova em si custa 2,29€ e cada recarga aproximadamente 0,85€ (vêm 4 recargas de cada vez por 3,29€). A meu ver é bastante mais barato do que as escovas "normais" e o cabo nunca vai para o lixo. Para além disso, as escovas são feitas com cerdas naturais, o que permite a sua compostagem, diminuindo o lixo produzido.

 

2. Pasta de Dentes sem Embalagens Extra.

Na maioria das marcas a embalagem de pasta de dentes é composta por uma embalagem de plástico onde vem a pasta, e uma embalagem de cartão por fora. Se pensarmos bem, a embalagem de cartão é completamente desnecessária e apenas serve para produzir mais lixo.

Embora tenha tentado fazer pasta de dentes em casa, a verdade é que o sabor era horrível. Achei que era uma questão de hábito, mas uma semana a utilizá-la serviu para provar que não me conseguia habituar. Para quem achar que poderá ser uma boa alternativa, poderei colocar um post sobre a receita que utilizei, caso contrário, na Miosótis em Lisboa, vendem-se pastas de dentes que vêm apenas embaladas numa camada de plástico. As pastas são 100% biológicas e trazem muito menos químicos, uma vez que não trazem químicos sintéticos, apenas químicos sintetizados a partir de produtos naturais. A pasta de dentes custa 2,99€, o que é mais barata do que muitas marcas mais comerciais.

 

Por agora são estas as alterações que já fiz. No entanto, pondero fazer ainda bastantes mais e manter-vos-ei a par das mesmas para que possam experimentar e ver se se aplicam ao vosso dia-a-dia, e ao Orçamento Familiar, o que é sempre importante a ter em conta.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Sobre Isto

O minimalismo apresentou-se a mim não como uma moda a adoptar no momento, mas como um estilo de vida a adoptar sempre. Como Ecologista convicta, sou totalmente contra o estilo de vida de consumo desenfreado que vivemos nos dias de hoje em que interessa ter muito. Acredito que "o caminho se faz caminhando" e por isso não coloco quaisquer expectativas sobre o que o futuro trará, ao invés, acredito nas mudanças presentes e que devemos viver agora o que deve ser vivido agora. Ter muitas coisas ocupa muito espaço físico e mental, muita preocupação. Minimalizar tornou-se uma prática de relaxamento e em que ter pouco é ter muito mais.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D