Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Minimalismo Num Pedestal

Não é preciso ter muito, desde que se tenha as coisas certas.

Minimalismo Num Pedestal

Não é preciso ter muito, desde que se tenha as coisas certas.

16
Dez15

A luz

Beatriz Goulart

Nunca me tinha debruçado sobre este assunto até no outro dia ter faltado a luz e eu ter subido até ao 7º andar com a lanterna do telemóvel.

 

Não é pouco comum para mim subir as escadas, em especial porque os elevadores estão sempre avariados, mas é pouco comum para mim subi-las às escuras.

 

Quando cheguei a casa e me sentei à mesa a jantar (às escuras, mas com a lanterna ligada) dei por mim a pensar o quão dependentes da electricidade somos. Tudo funciona com electricidade. O que acontecerá às civilizações ocidentais se deixarmos de ter luz?

 

Sabemos que a Humanidade não se extinguirá - ainda há muitos povos e tribos que não conhecem a electricidade - mas com certeza levaria um grande retrocesso. Se pensarmos bem, tudo em nossa casa (praticamente) funciona com electricidade. O frigorífico, o fogão, os computadores, os telemóveis, a bomba que leva a água ao 7º andar...

 

No entanto, e embora já existam fontes "limpas" que permitem a obtenção de energia sem grandes impactos para o Ambiente, a verdade é que a grande maioria da energia que consumimos ainda provém de fontes poluentes como os combustíveis fósseis.

 

Por isso, há que fazer uma gestão eficiente e adoptar medidas que promovam a sustentabilidade do planeta. Deixo aqui algumas dicas (daquelas que aprendemos na escola):

  • Desliguem todas as luzes nos quartos quando não estão a utilizá-los;
  • Desliguem electrodomésticos e aparelhos eléctricos quando não estão a ser utilizados;
  • Não deixem a televisão em StandBy e desliguem-na mesmo;
  • Desliguem durante a noite os aparelhos de Wi-fi, Rooters, etc;
  • Coloquem os telemóveis em "Modo Voo" durante a noite (ajuda a poupar bateria);
  • Deixem tudo desligado quando não estão em casa;
  • Utilizem as escadas ao invés dos elevadores (se morarem até ao 7º andar, depois disso é capaz de ser chato);
  • Troquem as lâmpadas fluorescentes e afins por LEDs.

Estas são algumas das medidas que podem adoptar, o Ambiente agradece e tenho a certeza que a factura da luz será mais reduzida.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Sobre Isto

O minimalismo apresentou-se a mim não como uma moda a adoptar no momento, mas como um estilo de vida a adoptar sempre. Como Ecologista convicta, sou totalmente contra o estilo de vida de consumo desenfreado que vivemos nos dias de hoje em que interessa ter muito. Acredito que "o caminho se faz caminhando" e por isso não coloco quaisquer expectativas sobre o que o futuro trará, ao invés, acredito nas mudanças presentes e que devemos viver agora o que deve ser vivido agora. Ter muitas coisas ocupa muito espaço físico e mental, muita preocupação. Minimalizar tornou-se uma prática de relaxamento e em que ter pouco é ter muito mais.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D