Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Minimalismo Num Pedestal

Não é preciso ter muito, desde que se tenha as coisas certas.

Minimalismo Num Pedestal

Não é preciso ter muito, desde que se tenha as coisas certas.

06
Fev20

30 Dias de Meditação

Goulart Pinheiro

Janeiro foi o mês escolhido para durante 30 dias meditar.

Spoiler: Não correu bem.

 

Depois de ver alguns vídeos no YouTube, posts em blogs e outros e ler algumas coisas sobre a meditação, achei que seria uma boa ideia para experimentar e ver quais seriam os resultados.

Instalei a aplicação Headspace e paguei 3.99€ por um mês de meditação. Comecei pelo curso básico e experimentei alguns dos outros cursos que eles oferecem, sobretudo de relaxamento e para dormir melhor.

Mas, não fiquei fã. Talvez um mês não seja suficiente. Talvez seja de mim. Da mesma maneira que nem toda a gente gosta de nadar, talvez nem toda a gente goste de meditar e não considero que haja algo de errado com isso. 

A questão é que as promessas de melhoria do sono, de menos ansiedade, de relaxamento, de claridade nos pensamentos, de menos stress, não se refletiram em mim. Não senti particulares beneficíos na meditação.

 

Talvez tenha também a ver com a forma como a aplicação escolhida esteja construída. Não gostava da forma calma como o "narrador" falava e irritava-me as alturas em que se estava em silêncio absoluto. 

Quanto à meditação propriamente dita, eu fazia cinco minutos por dia. Não achei que fosse muito tempo, nem pouco. Pareceu-me ideal. Os exercícios também não me pareceram particularmente difíceis, nem tive dificuldades em concentrar-me naquilo que me era pedido para concentrar. Os conceitos eram claramente explicados, o que é uma mais valia para quem pretende entender mais sobre o assunto. 

 

Conclusão: Meditar não é para mim. Mas desafio todos a testar. Quanto mais não seja porque aumenta o conhecimento geral, mas também porque nos ajuda a entender o que gostamos ou não, o que é a meditação e assim, descobrimos mais sobre nós.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Sobre Isto

O minimalismo apresentou-se a mim não como uma moda a adoptar no momento, mas como um estilo de vida a adoptar sempre. Como Ecologista convicta, sou totalmente contra o estilo de vida de consumo desenfreado que vivemos nos dias de hoje em que interessa ter muito. Acredito que "o caminho se faz caminhando" e por isso não coloco quaisquer expectativas sobre o que o futuro trará, ao invés, acredito nas mudanças presentes e que devemos viver agora o que deve ser vivido agora. Ter muitas coisas ocupa muito espaço físico e mental, muita preocupação. Minimalizar tornou-se uma prática de relaxamento e em que ter pouco é ter muito mais.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D