Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Minimalismo Num Pedestal

Não é preciso ter muito, desde que se tenha as coisas certas.

Minimalismo Num Pedestal

Não é preciso ter muito, desde que se tenha as coisas certas.

18
Mar16

1 Semana, 100% Vegan

Beatriz Goulart

Vou dar o desafio por encerrado. Passaram 5 dias e confesso que foram os 5 dias mais dolorosos da minha vida. Para quem gosta de comer, ser vegan não é opção. Vacilei antes de tempo.

 

Gostava muito de conseguir levar este desafio durante mais dois dias, mas a verdade é que não o consigo fazer. Acho que ninguém tem bem noção das restrições alimentares que os vegans têm. Coisas que nem eu tinha noção. Como por exemplo, estava eu muito bem a comer a minha sandes de pão de centeio com Becel e uma amiga minha me pergunta: mas tu podes comer isso? E eu respondi com toda a naturalidade: Sim, é Becel. Ao que ela responde: Sim, mas a massa do pão leva gordura de origem animal. Conclusão 3: Toda a comida boa do mundo leva alguma coisa que os vegans não comem.

 

E assim é. É inacreditável o fundamentalismo pelo qual muitas pessoas se deixam levar, não podendo nunca alegar que é por razões ecológicas. Lamento informar ou decepcionar algum vegan que leia o meu blog, mas a verdade é que fundamentalismos em nada são ecológicos. O Ambiente e a Natureza vivem em equilíbrio, a predação existe, também, como forma de manter o equilíbrio da Natureza através do controlo de populações, por exemplo. E a cadeia alimentar não é uma invenção humana, é um processo de evolução extraordinário e que se acredita ter ajudado a permitr ao Homo sapiens evoluir para Homo sapiens sapiens.

 

Podemos discutir que o sistema de produção de alimentos nos dias que correm é um sistema caótico, de intensividade e que em muito prejudica o ambiente e em nada respeita os animais. Irei dar-vos razão. No entanto, não me parece que ser vegan seja a solução, acredito até que não seja sustentável. Como qualquer pessoa que se diga "crente" na Natureza, basta observá-la para saber que tudo convive em equilíbrio e que esse é o caminho.

 

Assim sendo, depois de toda a fome que passei, o meu lanche foi um Leite com Chocolate e um Pão de Leite. E era mesmo disso que estava a precisar.

Vou fazer uma tabela bonitinha das refeições que fiz nestes 5 dias e adicionar uns comentários extra.

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Sobre Isto

O minimalismo apresentou-se a mim não como uma moda a adoptar no momento, mas como um estilo de vida a adoptar sempre. Como Ecologista convicta, sou totalmente contra o estilo de vida de consumo desenfreado que vivemos nos dias de hoje em que interessa ter muito. Acredito que "o caminho se faz caminhando" e por isso não coloco quaisquer expectativas sobre o que o futuro trará, ao invés, acredito nas mudanças presentes e que devemos viver agora o que deve ser vivido agora. Ter muitas coisas ocupa muito espaço físico e mental, muita preocupação. Minimalizar tornou-se uma prática de relaxamento e em que ter pouco é ter muito mais.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D