Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Minimalismo Num Pedestal

Não é preciso ter muito, desde que se tenha as coisas certas.

Minimalismo Num Pedestal

Não é preciso ter muito, desde que se tenha as coisas certas.

24
Abr16

Viver Num Micro-Apartamento

Beatriz Goulart

Não, eu não vivo num micro-apartamento, mas quase.

 

O facto de ainda ter muita tralha no meu quarto, tem-me feito pesquisar bastante sobre formas de organização e arrumação para quartos. E enquanto andava à procura de vídeos no youtube para organização em espaços pequenos, dei de caras com vídeos de como organizar apartamentos com 12 metros quadrados. O quê? O meu quarto tem 10 metros quadrados, acho eu.

 

Ou seja, isto fez-me corar de vergonha. Aqui ando eu, a apregoar o minimalismo, enquanto tento livrar-me de coisas num quarto com 10 metros quadrados e há pessoas a viver em apartamentos com cozinha, casa de banho e quarto/sala num espaço de 12 metros quadrados. Tipo isto:

 

 

Enfim, foi então que eu percebi, que ainda não tinha, bem atingido o nível que gostava de atingir: modo de sobrevivência.

Estou a brincar, há coisas que considero um exagero e embora acredite, que uma pessoa consiga ter um nível de vida aceitável morando num apartamento destes, acredito que, por vezes também se possa tornar um pouco "opressivo", ainda que seja bastante mais fácil de limpar.

 

Fundamental a reter: ver vídeos de pessoas que mostram como vivem em apartamentos deste género, é na verdade inspirador e dá bastantes ideias não só para minimalizar, como para organizar coisas. E leva-nos a pensar sobre quais as coisas que são realmente fundamentais na nossa vida e quais não são. Bem como, quais as que queremos manter e quais não queremos.

 

Assim, deixo-vos aqui em baixo alguns vídeos para se inspirarem:

 

 

 

 

1 comentário

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Sobre Isto

O minimalismo apresentou-se a mim não como uma moda a adoptar no momento, mas como um estilo de vida a adoptar sempre. Como Ecologista convicta, sou totalmente contra o estilo de vida de consumo desenfreado que vivemos nos dias de hoje em que interessa ter muito. Acredito que "o caminho se faz caminhando" e por isso não coloco quaisquer expectativas sobre o que o futuro trará, ao invés, acredito nas mudanças presentes e que devemos viver agora o que deve ser vivido agora. Ter muitas coisas ocupa muito espaço físico e mental, muita preocupação. Minimalizar tornou-se uma prática de relaxamento e em que ter pouco é ter muito mais.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D